Sobre Fotógrafo de casamento, família, ensaio lifestyle em Natal RN

Sobre

Damião Paz

Fotógrafo brasileiro, 35 anos, pai de uma moça de 15 anos, noivo de uma cientista, nascido em Poço Branco-RN, morador da cidade do Natal desde os primeiros anos de vida, e, apaixonado pelas belezas naturais do Brasil, principalmente do meu nordeste!


A paixão pela fotografia nasceu na infância, pois sempre fui admirador de álbuns de família, chegava na casa dos amigos, pedia para ver as fotos nos álbuns e, elas vinham acompanhadas de boas histórias. Por isso eu acredito muito que a fotografia além de narrar os melhores momentos da nossa vida, também é uma forma de registrar nossa biografia.


Essa imersão no mundo das artes desde cedo, tanto na música, literatura, como na fotografia em si, foi fundamental para que eu me apaixonasse pelos seres humanos, de tal maneira que, hoje todos os meus projetos envolvem pessoas, fotografar pessoas, conviver com pessoas e me apaixonar ainda mais por cada história de vida, por cada gesto, demonstração de afeto, carinho e amor. Hoje eu sou alguém que buscar ser um ser humano melhor e a fotografia é o que me conecta diretamente com toda essa gente e me faz ter esperança na humanidade. Seja registrando uma simples cena do cotidiano, ou na realização de um grande sonho como um casamento, eu estou ali, me entregando de corpo e alma, me envolvendo em todos os sentimentos para capturar de forma poética, com sensibilidade e precisão a essência do amor que nos envolve.


Atualmente eu tomo café, almoço e janto fotografia, pois além do meu trabalho com eventos sociais e ensaios, eu também desenvolvo um trabalho autoral com a minha fotografia documental e artística. Trabalho este que já me rendeu alguns prêmios, entre eles, os mais recentes: contemplação no edital da FUNCARTE em novembro de 2019, no qual tive a fotografia “Mirassol” selecionada para fazer parte da exposição “Jaeci Emereciano”. No mês de setembro de 2020 saiu o resultado do Prêmio Margem de Fotografia e meu trabalho “A Última Lavadeira” foi um dos selecionados para fazer parte do livro “Atlas da Fotografia Emergente Potiguar”, se tornando minha primeira participação em um livro sobre fotografia. Em novembro de 2020 fui contemplado no edital 0044-2020 FUNCARTE/Aldir Blanc com o projeto da fotografia “Filhos da Ponte” e, mais recentemente, em dezembro de 2020 a fotografia “Vejo o futuro refletir o passado” ficou em 5º lugar no concurso fotográfico da Caminhada Histórica de Natal, além da aprovação de mais dois projetos pela lei federal Aldir Blanc: A exposição virtual “A pandemia que vi e sobrevivi” e a oficina “Pairando Sobre a Fotografia”.


Muito obrigado por estar visitando esta página, e conte comigo para juntos escrevermos as melhores histórias de nossas vidas.